Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

22
Jan22

O Barroso aqui tão perto - Viveiro c/ Vídeo

Aldeias do Barroso - Concelho de Montalegre

1600-desde-sta-marinha (1)-video

montalegre (549)

 

VIVEIRO - MONTALEGRE

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog, não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo para a aldeia de VIVEIRO, concelho de Montalegre.

 

1600-viveiro (76)-video

1600-viveiro (36)-video

1600-viveiro (40)-video

 

É mais uma aldeia das proximidades do Rio Cávado, mas também muito próxima do Rio Rabagão e ainda do ponto de encontro destes dois rios, tendo o Cávado a apenas 850m, o Rabagão a 1.3Km e o encontro dos dois rios a 2.3Km.

 

1600-viveiro (32)-1-video

1600-viveiro (73)-video

 

Embora exista esta proximidade dos dois rios, os mesmo não se sentem na aldeia, nem sequer se avistam, assumindo assim a aldeia a identidade de uma aldeia de montanha em vez de aldeia ribeirinha e não é de estranhar, pois estes dois rios fazem a grande maioria do seu percurso em fundas gargantas no encontro de montanhas, onde nem sequer existem pequenos vales.

 

1600-viveiro (81)-video

1600-viveiro (80)-video

1600-viveiro (82)-video

 

Só para se ter uma ideia, a inclinação do terreno para o rio Cávado é de quase 40%, daí não ser muito convidativo a ser percorrido, nem é necessário, pois embora Viveiro seja uma aldeia de montanha os terrenos que a rodeiam estão todos vestidos de verde, quer com pastagens, quer com terras de cultivo, quer com arvoredo nas divisórias dos terrenos ou em pequenas florestas que se vão prolongando até às aldeias mais próximas, que no presente caso são as aldeias de Santa Marinha a nordeste e Ferral a soeste, e Vila Nova e Sidrós a Poente. Estamos em aldeias do Barroso Verde, com aldeias de baixa altitude, algumas na cota dos 200 e 300 metros como acontece com as aldeias vizinhas de Vila Nova e Sidrós, embora Viveiro esteja já na cota dos 500m. Contudo, convém não esquecer que a Serra do Gerês está ali mesmo ao lado, com o seu grande rochedo a erguer-se para o céu, com o que de mais agreste tem o Barroso. Contrates do Barroso que lhe conferem uma beleza ímpar, sendo mesmo uma pérola do Reino Maravilhoso, e uma paixão para quem o descobre, e está aqui tão perto…

 

1600-viveiro (64)-video

1600-viveiro (62)-video

1600-viveiro (57)-video

Pois para chegar a este Barroso é necessário percorrer apenas 70km, a menos de 1H30 de viagem, e  não é pelo caminho mais perto, pois nós recomendamos estradas secundárias, num percurso em que se atravessa quase o Barroso de lés a lés e quase todas as suas identidades e contrates, para isso, basta sairmos de Chaves em direção ao São Caetano, depois Soutelinho, Montalegre, Paradela do Rio, Santa Marinha e logo a seguir temos Viveiro, ainda antes de Ferral, embora esta última possa servir como referência, mas ficam os nossos mapas que até nem são necessários, pois felizmente o concelho de Montalegre está muito bem sinalizado, e basta seguir as placas indicativas, só temos de saber para onde queremos ir.

 

1600-GOOGLE-1.jpg

1600-GOOGLE-2.jpg

1600-google-maps.jpg

   

Passeio para um dia completo, com partida de manhazinha e chegada à noitinha, se for de verão, de inverno, talvez já se chegue a casa já de noite. Quanto a refeições, se for adepto de piqueniques, leve o farnel, não faltam sítios onde parar, tal como não faltam restaurantes, esteja onde estiver, a meia dúzia de quilómetros há sempre um restaurante, às vezes, o mais complicado, é escolher qual, mas é garantido que em quase todos se come bem, principalmente naqueles em que ainda não aderiram às modernices. Se for um prato à barrosã, é garantido que se come bem e a um preço acessível, pelo que não vale a pena preocupar-se com o farnel.  

 

1600-viveiro (55)-video

 

1600-viveiro (50)-video

 

Mas como hoje estamos aqui pelo vídeo que VIVEIRO não teve aquando do seu post completo, para o qual fica link no final deste, vamos passar de imediato ao seu vídeo, com todas as fotos da aldeia publicadas até hoje neste blog. Espero que gostem.

Aqui fica:

 

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607

 

Post do blog Chaves dedicados à aldeia de VIVEIRO:

https://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-viveiro-1658821

 

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui o vídeo da aldeia de XERTELO.

 

16
Jan22

O Barroso aqui tão perto - Vilarinho de Negrões C/Vídeo

Aldeias do Barroso - Concelho de Montalegre

1600-vilarinho de negroes (5)-video

montalegre (549)

 

VILARINHO DE NEGRÕES - MONTALEGRE

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo para a aldeia de VILARINHO DE NEGRÕES, concelho de Montalegre.

 

1600-vilarinho de negroes (228)-video

1600-vilarinho de negroes (198)-video

1600-vilarinho de negroes (185)-video

 

É mais uma aldeia da margem esquerda do rio Rabagão, no troço em que dá lugar à barragem dos Pisões (ou do Alto Rabagão). Na margem esquerda do rio/barragem, quase a entrar pela água adentro, aliás com a barragem na sua cota máxima, há mesmo casas que chegam a tocar a água, e se essa cota tivesse mais um metro ou dois, transformava a aldeia numa ilha.

 

1600-vilarinho de negroes (33)-video

1600-vilarinho de negroes (168)-video

1600-vilarinho de negroes (165)-video

 

Esta particularidade da sua proximidade da barragem, por parecer quase uma ilha, principalmente quando a água da barragem atinge a sua cota máxima, transforma-a numa das aldeias mais interessantes para ver e fotografar, com uma beleza ímpar.

 

1600-vilarinho de negroes (181)-video

1600-vilarinho de negroes (100)-video

1600-vilarinho de negroes (163)-video

 

Daí em nada termos estranhado que fosse uma das aldeias candidatas às sete maravilhas de Portugal, tendo sido uma das aldeias pré-finalistas na categoria de “Aldeias Ribeirinhas” a par da Aldeia da Luz, de Mourão, no Alentejo, a aldeia de Dornes em Ferreira do Zêzere, Escaroupim de Salvaterra de Magos, Furnas da Povoação nos Açores, Santa Clara-a-Velha em Odmira e Sete Cidades em Ponta Delgada. Não chegou à final, mas ficou entre as sete mais belas na sua categoria.

 

1600-vilarinho de negroes (104)-1

1600-vilarinho de negroes (161)-video

1600-vilarinho de negroes (159)-video

 

Mas não é caso único, pois mesmo ao lado, a aldeia de Negrões é muito idêntica a Vilarinho e mais à frente, Criande, também comunga esta proximidade das águas da barragem e, do lado oposto da barragem, quase em frente a Vilarinho de Negrões, a aldeia de Parafita também tem meia dúzia de casas muito próxima da barragem, no entanto, sem qualquer dúvida que a que tem mais visibilidade é a de Vilarinho de Negrões, isto por causa dos locais mais elevados desde onde a aldeia se deixa ver, locais esses que não existem nas proximidades das outras aldeias.

 

1600-vilarinho de negroes (141)-video

1600-vilarinho de negroes (123)-video

1600-vilarinho de negroes (134)-video

 

Na sua intimidade, dentro da aldeia, já não goza das vistas privilegiadas, mas também ganha o seu interesse por se sentir a proximidade da água, principalmente quando a barragem está na sua cota máxima em que há mesmo caminhos da aldeia que são interrompidos por ficarem submersos. No restante, é uma aldeia barrosã, com todas as características barrosãs das aldeias do Alto Barroso, implantada a uma cota que ronda os 880m de altitude, tendo por um lado uma das vertentes  da Serra do Barroso e em frente a “grande planície” das águas da barragem.

 

1600-vilarinho de negroes (132)-video

1600-vilarinho de negroes (460)-video

1600-vilarinho de negroes (118)-video

 

E como tudo que tínhamos a dizer sobre a aldeia já o dissemos no post completo que lhe dedicámos (com link no final para ele) resta-nos referir a sua localização e o itinerário para lá chegar a partir da cidade de Chaves. Pois quanto à localização, não há melhor que a referência da barragem dos Pisões, na sua margem esquerda, já quanto ao itinerário, embora se possa fazer maioritariamente pela N103, nós recomendamos um outro, com distância idêntica mas com passagem obrigatória por algumas aldeias, todas elas bem interessantes, quer as do concelho de Chaves, quer as do Barroso, que embora fiquem as indicações nos mapas que deixamos a seguir, se pode resumir como partida de Chaves em direção ao S.Caetano e depois passagem por Soutelinho da Raia, Meixide, Pedrário, Serraquinhos, Zebral, Vidoeiro, Cortiço (não obrigatório) Barracão, Criande, Morgade, Negrões e finalmente Vilarinho de Negrões, ao todo são 44,3km, só ida, no regresso pode optar por subir aos Cornos do Barroso e descer até Boticas e depois Chaves.

 

1024-earht-1.jpg

1024-mapa-google.jpg

1600-vilarinho de negroes (367)-video

 

E finalmente chegamos à parte em que deixamos aqui o vídeo, com todas as imagens publicadas de Vilarinho de Negrões publicadas até hoje neste blog. Espero que gostem.

 

Aqui fica:

 

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607

 

Post do blog Chaves dedicado à aldeia de VILARINHO DE NEGRÕES:

https://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-vilarinho-1393643

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui o vídeo da aldeia de Viveiro.

 

 

09
Jan22

O Barroso aqui tão perto - Vilarinho de Arcos C/Vídeo

1600-desde arcos (170)-video

 

 

VILARINHO DE ARCOS - MONTALEGRE

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog, não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo para a aldeia de VILARINHO DE ARCOS, concelho de Montalegre.

 

1600-vil-arcos (63)-video

1600-vil-arcos (59)-video

1600-vil-arcos (56)-video

 

Estamos no Barroso, estamos no Norte de Portugal, temos a Galiza aqui ao lado por isso é comum, vulgar até, estarmos em terras cujo topónimo contenha “Vilar de” Vilarinho de”, “Paradas” e “Paradelas” e “Sãos” e “Santas” de todos os nomes, topónimos conjuntos que lançam mão de um segundo topónimo de uma aldeia mais próxima onde têm a sua origem, de uma igreja ou capela, de uma região ou da sua condição geográfica. Pois hoje estamos numa dessas aldeias cujo topónimo, no caso, é Vilarinho.

 

1600-vista desde arcos (166)-video

1600-vil-arcos (54)-video

1600-vil-arcos (50-52)-video

 

Vilarinho que também é diminutivo de Vilar, que teoricamente seria um “Vilar” mais pequeno, cujo significado de origem, seria também ser parte de uma “Villa” cedida para usos agrícolas, daí ter no seu segundo topónimo o nome dessa “Villa” que lhe fica sempre próxima, ao lado, por assim dizer, como acontece aqui no concelho de Montalegre com o Vilarinho de Arcos, com a aldeia de Arcos ao lado e Vilarinho de Negrões, com Negrões também próxima.

 

1600-vil-arcos (34)-video

1600-vil-arcos (45)-video

1600-vil-arcos (33)-video

 

Mas dizia atrás que esta do “Vilarinho” ser um diminutivo de “Vilar”, que por sua vez nasce de uma “Villa” ou sejam povoações mais pequenas que a sua “Villa”, o era teoricamente, e talvez o fossem na sua origem, mas que hoje em dia nem sempre corresponde à verdade, pois tanto os “Vilares” como os “Vilarinhos” cresceram e muitas das vezes são povoações maiores do que aquelas onde tiveram a sua origem, mas isto são apenas curiosidades que tem a ver com a história destas povoações.

 

1600-vil-arcos (32)-video

1600-vil-arcos (22)-video

1600-vil-arcos (21)-video

 

1600-vil-arcos (27)-video

 

Pelo menos no caso destes “Vilarinhos” não temos dúvidas quanto à sua origem, que no caso deste Vilarinho de Arcos, teve origem na povoação de Arcos que lhe fica ao lado, a menos de 1Km de distância, e sim, ligadas por terras agrícolas na margem direita do Rio Bessa, quase junto à sua nascente. Outra curiosidade ainda, e que tem a ver com outro topónimo que atrás não mencionámos, que é o topónimo “Antigo de” que neste caso também existe, pois as tais terras agrícolas que unem Vilarinho de Arcos a Arcos, prolongam-se sempre junto ao Rio Bessa até Antigo de Arcos, mas este sem povoação, ou quando muito, em tempos remotos, poderia ter sido o Antigo de Serraquinhos.

 

1600-vil-arcos (18)-video

1600-vil-arcos (29)-video

1600-vil-arcos (16)-video

 

Mas como hoje estamos aqui pelo vídeo que Vilarinho de Arcos não teve aquando do seu post completo, para o qual finca link no final deste, vamos passar de imediato ao seu vídeo, com todas as fotos da aldeia publicadas até hoje neste blog. Espero que gostem.

Aqui fica:

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607

 

Post do blog Chaves dedicados à aldeia de VILARINHO DE ARCOS:

https://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-vilarinho-1508489 

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui o vídeo da aldeia de VILARINHO DE NEGRÕES, curiosamente outro “Vilarinho” de Montalegre.

 

 

19
Dez21

O Barroso aqui tão perto - Vilaça

Aldeias do Barroso - Concelho de Montalegre

1600-vilaca (8)-1

montalegre (549)

 

VILAÇA - MONTALEGRE

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog, não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo para a aldeia de VILAÇA, concelho de Montalegre.

 

1600-vilaca (1)-video

1600-vilaca (3)-video

1600-vilaca (25)-video

 

É mais uma aldeia das proximidades do Rio Cávado, na sua margem esquerda e entre as barragens dos Pisões e de Paradela, a 52 quilómetros de Chaves, e embora seja uma aldeia de passagem, com estrada, não calha nos itinerários principais do concelho de Montalegre, mas antes numa ligação entre a aldeia de São Pedro e Paradela do Rio. Quero dizer com isto que não é fácil passar por lá por acaso, mas pode funcionar como tal para quem utiliza a N103 e pretende ir para Paradela, mesmo para quem vai de Chaves.

 

1600-vilaca (14)-video

1600-vilaca (21)-video

1600-vilaca (7)-video

 

Embora já tivéssemos dedicado um post completo à aldeia de Vilaça para o qual fica um link no final, o mesmo já foi em fev. de 2017,  e para nós pareça que foi ontem, já lá vão quase 5 anos, e mesmo que este post seja para deixar aqui o vídeo que então não teve, nunca é demais deixar aqui o itinerário, a partir da cidade de Chaves, para chegar a Vilaça.

 

1600-vilaca (2)-video

1600-vilaca (19)-video

1600-vilaca (20)-video

 

Então, a partir da cidade de Chaves, há duas alternativas para chegarmos a Vilaça, sensivelmente ambas com a mesma distância, uma, a que recomendamos, é pela estrada do São Caetano até Montalegre, aí descemos ao campo de futebol e continuamos por essa estrada até Sezelhe, onde devemos sair à esquerda, atravessar o paredão da barragem de Sezelhe e logo a seguir, devemos abandonar essa estrada em direção a São Pedro, sem ter que entrar no centro da aldeia, basta seguir pela estrada que e logo a seguir, a pouco mais de 1Km é Vilaça. A outra opção a partir de Chaves é via N103 (estrada de Braga) até a Barragem dos Pisões, e logo a seguir às saídas para Viade de Baixo e de Cima, ainda antes da aldeia dos Pisões, tem uma saída para Brandim, Contim e São Pedro, onde a partir desta última aldeia o itinerário que falta (cerca de 1Km) é idêntico ao primeiro itinerário.

 

1600-vilaca (13)-video

1600-vilaca (5)-video

1600-vilaca (26)-video

 

Mas como hoje estamos aqui pelo vídeo que Vilaça não teve aquando do seu post completo, para o qual finca link no final deste, vamos passar de imediato ao seu vídeo, com todas as fotos da aldeia publicadas até hoje neste blog. Espero que gostem.

Aqui fica:

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607

 

Post do blog Chaves dedicados à aldeia de VILAÇA:

https://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-vilaca-1493232

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui o vídeo da aldeia de VILARINHO DE ARCOS.

 

 

11
Dez21

O Barroso aqui tão perto - Sidrós, Vila Nova e Ponte da Misarela

Aldeias e Lugares do Barroso

1600-granjo-15-misarela (221).jpg

montalegre (549)

 

Sidrós – Vila Nova - Ponte da Misarela -  Montalegre

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog, não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo conjunto para a aldeia de SIDRÓS - VILA NOVA e  PONTE DA MISARELA, do concelho de Montalegre.

 

1600-vila-nova desde-noguiro (4).jpg

1600-google-earth.jpg

 

Ficam então as aldeias de Sidrós e Vila Nova juntas em vídeo, reproduzindo um pouco a realidade da sua proximidade, tal como a Ponte da Misarela, que embora um pouco mais distante, tem Sidrós como a aldeia mais próxima e a partir da qual se faz o acesso à ponte, isto no concelho de Montalegre, pois convém recordar que do outro lado da ponte, inicia-se o concelho de Vieira do Minho.

 

1600-v-nova-sidros (12).jpg

 

Ponte da Misarela que serve de separação e simultaneamente de ligação de dois concelhos, mas não do Barroso, pois este continua ainda mais um bocadinho por aldeias de Vieira do Minho.

 

1600-Google earth-1.jpg

 

Mas como hoje estamos aqui pelo vídeo que não teve aquando dos post’s que dedicámos a estes três lugares e para os quais ficam links a seguir ao vídeo, ao qual passaremos de imediato, onde poderá ver todas as fotos de Sidrós, Vila Nova e Ponte da Misarela publicadas até hoje neste blog. Espero que gostem.

Aqui fica:

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607

 

Post do blog Chaves dedicados à aldeia de SIDRÓS - VILA NOVA - PONTE DA MISARELA:

 

 https://chaves.blogs.sapo.pt/de-vila-nova-ate-sidros-e-a-ponte-do-1798806

https://chaves.blogs.sapo.pt/discursos-sobre-a-cidade-por-gil-1276665

https://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-roteiro-1105355

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui a aldeia de TORGUEDA.

 

 

 

06
Nov21

O Barroso aqui tão perto - Viade de Cima

Aldeias do Barroso - Concelho de Montalegre

1600-VIADE-PANORAMA-VIDEO

1024-Google Earth-video (1).jpg

montalegre (549)

 

VIADE DE CIMA - MONTALEGRE

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog, não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo para a aldeia de VIADE DE CIMA, concelho de Montalegre.

 

1600-viade-cima (1)-video

1600-viade-cima (2)-video

1600-viade-cima (63)-video

 

Como vem sendo habitual, aproveitamos esta ocasião para deixar aqui mais algumas imagens que escaparam à seleção anterior, aquando do seu post completo, para o qual fica link no final deste post, após o vídeo.

 

1600-viade-cima (55)-VIDEO

1600-viade-cima (68)-video

1600-viade-cima (39)-video

 

Viade de Cima que é uma das aldeias que partilha o seu topónimo (Viade) com as duas aldeias mais próximas, ou seja com Antigo de Viade e Viade de Baixo. Assim, o “de Cima”, é adotado para as distinguir das outras duas aldeias e porque é a que está mais elevada em altitude.

 

1600-viade-cima (30)-video

1600-viade-cima (27)-video

1600-viade-cima (20)-video

 

Das três aldeias com o topónimo de Viade, é também a aldeia que mais distante fica da estrada principal (EN103)  a partir da qual se tem acesso a elas, por outro lado é a mais pequena das três aldeias, sendo a maior de todas a aldeia de Viade de Baixo.

 

1600-viade-cima (18)-video

1600-viade-cima (12)-video

1600-viade-cima (42)-video.jpg

 

Quanto às restantes características, isto ainda em termos comparativos com as outras duas aldeias com o mesmo topónimo, são em tudo idênticas, o que não é de estranhar pois as três aldeias estão relativamente muito próximas, cabendo todas dentro de um círculo com 600m de raio

 

1600-viade-b (56)-video

1600-viade-cima (70)-video

1600-viade-cima (8)-video

 

Mas hoje estamos aqui pelo vídeo que não teve aquando do seu post completo, pelo que vamos passar de imediato ao seu vídeo, com todas as fotos da aldeia publicadas até hoje neste blog. Espero que gostem.

Aqui fica:

 

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607

 

Post do blog Chaves dedicados à aldeia de VIADE DE CIMA:

https://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-viade-de-1812185

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui as aldeias de VILA NOVA e CIDRÓS.

 

 

23
Out21

O Barroso aqui tão perto - Viade de Baixo

Aldeias do Barroso - Concelho de Montalegre

1600-viade-b-desde-serrra-barroso (8)-video-1

montalegre (549)

 

VIADE DE BAIXO - MONTALEGRE

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog, não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo para a aldeia de VIADE DE BAIXO, concelho de Montalegre.

 

1600-viades-desde-serra-barroso (23)-video

1600-viade-b (67)-video

1600-viade-b (138)-video

 

Nem todas as aldeias têm a sorte de um fotógrafo amador ter passado por ela a fazer registos para mais tarde nos podermos deliciar com eles, tal como aconteceu com o Fotógrafo Artur Pastor, há 70 anos, quando andava por terras do Barroso e passou por Viade de Baixo e fez os seguintes registos, entre outros que já aqui foram publicados e que ficam no vídeo final.

 

934-artur-pastor-viade-b (2)-video.jpg

960-artur-pastor-viade-b (6)-video.jpg

1024-artur-pastor-viade-b (9)-video.jpg

 

Regressemos com mais algumas imagens a Viade de Baixo de hoje, imagens que escaparam à última seleção aquando da publicação do nosso post completo dedicado à aldeia.

 

1600-viade-b (164)-video

1600-viade-b (56)-video

1600-viade-b (45)-video

 

Imagens com algumas vistas gerais, a relação da aldeia com a barragem dos Pisões e algumas fotografias aéreas para melhor se entender a situação e localização de Viade de Baixo.

 

1024-Google Earth-video.jpg

1600-viade-b-desde-serrra-barroso (8)-video

1600-desde viade-cima (21)-video

1600-google-earrth-1-video.jpg

 

Mas como hoje estamos aqui pelo vídeo que não teve aquando do seu post completo, para o qual finca link no final deste, vamos passar de imediato ao seu vídeo, com todas as fotos da aldeia publicadas até hoje neste blog. Espero que gostem.

 

Aqui fica:

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607

 

Post do blog Chaves dedicados à aldeia de VIADE DE BAIXO:

  https://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-viade-de-1760337

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui a aldeia de VIADE DE CIMA.

 

 

17
Out21

O Barroso aqui tão perto - Venda Nova e Padrões

Aldeias do Barroso - Concelho de Montalegre

1600-DESDE-paio afonso (34)

montalegre (549)

1600-padroes (13)-1

 

VENDA NOVA e PADRÕES

MONTALEGRE

 

Pensava que todas as aldeias do concelho de Montalegre já tinham o seu post completo neste blog. Quase jurava que tal tinha acontecido, mas a verdade é que nem no meu arquivo das aldeias do Barroso, nem no arquivo do blog encontro as publicações da aldeia de Padrões e da Venda Nova. Ainda bem que existe esta segunda ronda complementar de trazer aqui o vídeo para as aldeias que não o tiveram, pois o mais provável é que continuassem sem o seu post durante mais uma temporada, até que, tal como aconteceu hoje, desse pela sua falta.

 

1600-venda-nova (35)

1600-padroes (16)

 

Rebobinando a memória, talvez tivesse acontecido que, aquando chegou a vez do post destas aldeias acontecer, nós não tivéssemos imagens suficientes para o fazer, pois no entretanto dei-me conta que já havia algumas imagens (poucas) preparadas para serem publicadas, Aliás continuamos com essa carência de imagens, e a razão é muito simples, pois tanto Padrões como Venda Nova são povoações com construções relativamente recentes, do pós construção da barragem, e daí escaparem ou ficarem de fora das povoações típicas e mais antigas do Barroso e Trás-os-Montes. Não quero com isto dizer que não sejam povoações interessantes, pois também têm seu interesse, nem que fosse e só pela vizinhança da barragem.

 

1600-padroes (6)

1600-padroes (12)-1

 

Contudo, em termos de imagem, ao não termos as imagens de “marca” barrosã no que respeita ao casario individual e conjunto, ficamos um pouco limitados a outros pormenores de interesse, embora, ao nível de paisagem geral, tanto Padrões como a Venda Nova, nos proporcionem imagens incríveis de beleza impar.

 

1600-venda-nova (52)

1600-venda-nova (40)

 

Também quanto à história destas duas povoações hoje existentes, por serem relativamente tão recentes, pouco mais de setenta anos, ficamos sem grandes argumentos históricos para relatar, mesmo assim, vamos deixar aqui um pouco do seu ser, que pelos motivos já apresentados, pela proximidade e partilha de condição, apresentamos estas duas povoações, Padrões e Venda Nova, em conjunto, num só post, isto que respeita a imagem, diferenciando-as em texto, quando tal se justifique ou seja necessário.

 

1600-padroes (10)

1600-venda-nova (49)

 

Tanto Padrões como a Venda Nova têm a barragem por companhia, prolongando-se as suas construções até à sua margem, tal como, ambas são atravessadas pela N103, estrada Chaves-Braga, mais ou menos localizadas a meio do caminho entre ambas as cidades, no entanto, a Venda Nova, ganha mais visibilidade pela sua condição de entroncamento, de onde para além da ligação a Chaves e Braga tem a estrada que entronca com a N103 a ligar à freguesia de Salto, ao concelho de Boticas e concelho de Cabeceiras de Basto, daí ser um ponto de passagem para vários destinos e a justificar o seu topónimo de  “Venda”, das antigas “vendas” mercearias com taberna de comes e bebes e às vezes até dormidas.

 

1600-paio afonso (29)-video

1600-venda-nova (20)

 

A Venda Nova ainda hoje mantém este estatuto comercial, com bares e restaurantes, posto de abastecimento de combustíveis, panificadora, comércio geral, etc. Foi, quase sempre, um local de paragem obrigatória e de “apeadeiro” rodoviário paras as carreiras de ligação a Chaves, Braga, Montalegre, Salto, Boticas e Cabeceiras.

 

1600-venda-nova (34)

1600-padroes (12)-2

 

Já Padrões, mais discreta, maioritariamente com o seu casario recente e planeado,  com manchas de arvoredo farto, parece-me ter mais a função residencial, ou mesmo de dormitório, não tendo grande visibilidade desde a E103, mesmo porque as características do terreno não o permitem. Já do outro lado da Barragem, ganha alguma visibilidade e encanto, ao ver-se o seu conjunto. Curiosamente, aí já estamos noutro concelho, distrito e província (Vieira do Minho, Braga, Minho), pois o linha de fronteira, a partir de Padrões, passa a ser o Rio Rabagão. Curiosidade acrescida a de ser fronteira para concelho, distrito e província, mas não do Barroso, pois este ainda continua mais um pouco no concelho de Vieira do Minho – Em breve, as povoações “minhotas” do Barroso também passarão por aqui..

 

1600-venda-nova (28)

1600-venda-nova (21)

 

Para melhor perceberem a localização de Padrões e Venda Nova, e os limites atrás referidos, ficam os nossos mapas e uma imagem aérea do google maps, acrescentando apenas, que o nosso itinerário recomendado, como sempre a partir da cidade de Chaves, pode ser sempre via E103 desde Chaves até Venda Nova e Padrões, num total de 71 km (até Padrões, 68,6km até à Venda Nova).

 

 

1600-google.jpg

mapa-1.png

mapa-2.png

 

No regresso a Chaves podemos reduzir um pouco a distância e aumentar o interesse do passeio, basta fazer o regresso via Salto, ou estando nos Padrões, via Minas da Borralha, Salto, Boticas, aliás, em termos paisagísticos e de vistas, este trajeto de regresso é muito interessante e bem diferente do trajeto da E103.

 

1600-venda-nova (29)

1600-venda-nova (1)

 

Vamos deitar o olho àquilo que, sobre estas povoações, se diz na monografia de Montalegre, onde a primeira referência, vai para Vilarinho de Padrões (antigo topónimo de Padrões) como uma das entradas no Barroso de Montalegre e acesso à sede de concelho:

 

Acessos

Na vila actual podemos entrar por várias portas. Quem circula pela Nacional 103, entre Braga (a 90 km) e Chaves (a 35 km), chega às Terras de Barroso desde Salamonde- Fafião, atravessando a zona ribeirinha de Cabril, do Gerês e do Rio; desde Vilarinho dos Padrões pela Barragem da Venda Nova e terras de Covêlo do Gerês e Paradela do Rio;   

 

1600-venda-nova (42)

1600-venda-nova (32)

 

Dentro do capítulo do Associativismo encontrámos uma referência para o Rancho Folclórico da Venda Nova:

no domínio da animação artística há o rancho folclórico da Venda Nova,

Sobre o Rancho Folclórico encontrámos esta página no Facebook:

https://www.facebook.com/grupofolclorico.vendanova/

 

1600-venda-nova (73)

1600-venda-nova (19)

 

 Ainda na monografia, a referência à antiga freguesia da Venda Nova:

 

Venda Nova

Área: 8.2 Km2

Densidade populacional: 48.7 hab/Km

População Presente: 383

Orago: São Pedro

Pontos turísticos: Albufeira e Miradouro.

Lugares da freguesia: (4) Codeçoso, Padrões, Venda Nova e Sangunhedo.

É uma localidade relativamente jovem (ainda não existia à data do numeramento ordenado por D. João III, em 1530), mas duzentos anos depois, já consta como sede de freguesia, nas memórias paroquiais de 1758. (…)

 

paio afonso (29)

1600-padroes (14)

 

E continua a monografia:

A nova sede de freguesia substitui o lugar de S. Simão de Codeçoso de Arco e passou a chamar-se São Pedro de Venda Nova, tendo andado anexa a Santa Marinha de Ferral. A antiga igreja que fora transferida do vale da igreja para Venda Nova acabou por ser afogada, como toda a povoação e o cemitério pelas águas da barragem que foi inaugurada em 1950, com pompa e circunstância e onde, no desfazer da festa, afogaram dez pessoas!

 

1600-venda-nova (12)

1600-paio afonso (34)

 

De salientar que a freguesia autónoma da Venda Nova já não existe, hoje está incluída na União de freguesias de Venda Nova e Pondras.

Continuando na monografia, mais uma referência a Padrões:

“Sinais dos tempos”

Vários outros monumentos da romanização se descobriram e permanecem cá testemunhando a sua origem e finalidade: marcos miliários em (Padrões, Currais, Travaços e Arcos) aras romanas em (Vilar de Perdizes, Pitões e São Vicente da Chã) estelas funerárias (Vila da Ponte/ Friães), o célebre Penedo de Rameseiros (Vilar de Perdizes) e outros.

 

1600-venda-nova (72)

1600-venda-nova (68)

 

Para finalizar, fica uma referência a um parque de merendas em Venda Nova, com sombras e vistas lançadas para a Barragem e para as montanhas do outro lado do Gerês, após as quais está o Barroso do Gerês e do Rio Cávado.

 

1600-venda-nova (75)

1600-paio afonso (33)

 

Por último, resta-nos pedir desculpas a Padrões e Venda Nova por trazê-las aqui em conjunto, mas pelos motivos já apresentados e também um pouco, talvez, por falta de inspiração para captar outras imagens, não deu para arranjar material e motivos para dois posts individuais, mas como o Barroso é um capítulo deste blog que ainda está longe de terminar, ouras oportunidade surgirão para que estas duas aldeias possam estar aqui ou no nosso grupo do Facebook “Simplesmente Barroso”   de forma individual.

 

1600-padroes (13)

1600-padroes (1)

 

Agora, mesmo para terminar, fica o nosso habitual vídeo com todas as fotografias e mapas publicados neste post. Espero que gostem.

 

Aqui fica:

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos das aldeias do Barroso no MEO KANAL Nº 895 607

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui a aldeia de Viade de Baixo.

 

 

09
Out21

O Barroso aqui tão perto - Travassos do Rio

Aldeias do Barroso - Concelho de Montalegre

1600-travassos do rio (13)-VIDEO

montalegre (549)

 

TRAVASSOS DO RIO - MONTALEGRE

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog, não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo para a aldeia de TRAVASSOS DO RIO, concelho de Montalegre.

 

1600-travassos do rio (16)-video

1600-travassos do rio (76)-video

1600-travassos do rio (82)-video

 

Tal como referimos na última publicação em que referimos a existência de duas aldeias em Montalegre com o mesmo topónimo de Travassos, hoje trazemos a segunda aldeia com esse mesmo topónimo, mas agora com o “apelido” de Rio, em que tal como as aldeias das terras chãs da freguesia da Chã adotaram a chã como apelido, aqui são as aldeias da proximidade do rio Cávado que adotam o “apelido” Rio.

 

1600-travassos do rio (94)-video

1600-travassos do rio (79)-video

1600-travassos do rio (69)-video

 

Uma aldeia bem interessante e bonita de ver, que à distância desde S. Pedro ou Covelães, que na sua intimidade e nos seus pormenores, onde se destacam a torre do boi do povo, as capelas, alminhas e os mantos verdes que rodeiam a aldeia. É também uma aldeia de passagem para muitos destinos afamados do Barroso e do Gerês, daí, muitas vezes só lhe lançarmos um olhar de passagem, mas numa próxima passagem, lembrem-se que é mais uma das aldeias do Barroso que merece uma visita a uma das aldeias a quem Miguel Torga também dedicou algumas linhas do seu diário.

 

1600-travassos do rio (64)-Video

1600-travassos do rio (83)-video

 

Mais haveria para dizer sobre Travassos do Rio, mas isso já o fomos fazendo nos post completo que lhe dedicámos e para o qual fica link no final. Hoje hoje estamos aqui pelo vídeo que não teve nesse do seu post completo, assim, é para ele que vamos passar de imediato. Espero que gostem.

Aqui fica:

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607

 

Post do blog Chaves dedicados à aldeia de TRAVASSOS DO RIO:

https://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-travassos-do-1804588

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui um vídeo conjunto com as aldeias de Venda Nova e Padrões.

 

 

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

.17-anos

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • HPombo

      A funcional beleza de certas geringonças... Queira...

    • Anónimo

      Quem te viu e quem te vê.

    • mitologia

      Ah, será então este um daqueles casos em que o nom...

    • Fer.Ribeiro

      Olá Gabriel, obrigado pelo seu comentário. Espero ...

    • Fer.Ribeiro

      Obrigado pelo seu comentário. Quanto às duas chave...

    FB