Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

17
Out21

O Barroso aqui tão perto - Venda Nova e Padrões

Aldeias do Barroso - Concelho de Montalegre

1600-DESDE-paio afonso (34)

montalegre (549)

1600-padroes (13)-1

 

VENDA NOVA e PADRÕES

MONTALEGRE

 

Pensava que todas as aldeias do concelho de Montalegre já tinham o seu post completo neste blog. Quase jurava que tal tinha acontecido, mas a verdade é que nem no meu arquivo das aldeias do Barroso, nem no arquivo do blog encontro as publicações da aldeia de Padrões e da Venda Nova. Ainda bem que existe esta segunda ronda complementar de trazer aqui o vídeo para as aldeias que não o tiveram, pois o mais provável é que continuassem sem o seu post durante mais uma temporada, até que, tal como aconteceu hoje, desse pela sua falta.

 

1600-venda-nova (35)

1600-padroes (16)

 

Rebobinando a memória, talvez tivesse acontecido que, aquando chegou a vez do post destas aldeias acontecer, nós não tivéssemos imagens suficientes para o fazer, pois no entretanto dei-me conta que já havia algumas imagens (poucas) preparadas para serem publicadas, Aliás continuamos com essa carência de imagens, e a razão é muito simples, pois tanto Padrões como Venda Nova são povoações com construções relativamente recentes, do pós construção da barragem, e daí escaparem ou ficarem de fora das povoações típicas e mais antigas do Barroso e Trás-os-Montes. Não quero com isto dizer que não sejam povoações interessantes, pois também têm seu interesse, nem que fosse e só pela vizinhança da barragem.

 

1600-padroes (6)

1600-padroes (12)-1

 

Contudo, em termos de imagem, ao não termos as imagens de “marca” barrosã no que respeita ao casario individual e conjunto, ficamos um pouco limitados a outros pormenores de interesse, embora, ao nível de paisagem geral, tanto Padrões como a Venda Nova, nos proporcionem imagens incríveis de beleza impar.

 

1600-venda-nova (52)

1600-venda-nova (40)

 

Também quanto à história destas duas povoações hoje existentes, por serem relativamente tão recentes, pouco mais de setenta anos, ficamos sem grandes argumentos históricos para relatar, mesmo assim, vamos deixar aqui um pouco do seu ser, que pelos motivos já apresentados, pela proximidade e partilha de condição, apresentamos estas duas povoações, Padrões e Venda Nova, em conjunto, num só post, isto que respeita a imagem, diferenciando-as em texto, quando tal se justifique ou seja necessário.

 

1600-padroes (10)

1600-venda-nova (49)

 

Tanto Padrões como a Venda Nova têm a barragem por companhia, prolongando-se as suas construções até à sua margem, tal como, ambas são atravessadas pela N103, estrada Chaves-Braga, mais ou menos localizadas a meio do caminho entre ambas as cidades, no entanto, a Venda Nova, ganha mais visibilidade pela sua condição de entroncamento, de onde para além da ligação a Chaves e Braga tem a estrada que entronca com a N103 a ligar à freguesia de Salto, ao concelho de Boticas e concelho de Cabeceiras de Basto, daí ser um ponto de passagem para vários destinos e a justificar o seu topónimo de  “Venda”, das antigas “vendas” mercearias com taberna de comes e bebes e às vezes até dormidas.

 

1600-paio afonso (29)-video

1600-venda-nova (20)

 

A Venda Nova ainda hoje mantém este estatuto comercial, com bares e restaurantes, posto de abastecimento de combustíveis, panificadora, comércio geral, etc. Foi, quase sempre, um local de paragem obrigatória e de “apeadeiro” rodoviário paras as carreiras de ligação a Chaves, Braga, Montalegre, Salto, Boticas e Cabeceiras.

 

1600-venda-nova (34)

1600-padroes (12)-2

 

Já Padrões, mais discreta, maioritariamente com o seu casario recente e planeado,  com manchas de arvoredo farto, parece-me ter mais a função residencial, ou mesmo de dormitório, não tendo grande visibilidade desde a E103, mesmo porque as características do terreno não o permitem. Já do outro lado da Barragem, ganha alguma visibilidade e encanto, ao ver-se o seu conjunto. Curiosamente, aí já estamos noutro concelho, distrito e província (Vieira do Minho, Braga, Minho), pois o linha de fronteira, a partir de Padrões, passa a ser o Rio Rabagão. Curiosidade acrescida a de ser fronteira para concelho, distrito e província, mas não do Barroso, pois este ainda continua mais um pouco no concelho de Vieira do Minho – Em breve, as povoações “minhotas” do Barroso também passarão por aqui..

 

1600-venda-nova (28)

1600-venda-nova (21)

 

Para melhor perceberem a localização de Padrões e Venda Nova, e os limites atrás referidos, ficam os nossos mapas e uma imagem aérea do google maps, acrescentando apenas, que o nosso itinerário recomendado, como sempre a partir da cidade de Chaves, pode ser sempre via E103 desde Chaves até Venda Nova e Padrões, num total de 71 km (até Padrões, 68,6km até à Venda Nova).

 

 

1600-google.jpg

mapa-1.png

mapa-2.png

 

No regresso a Chaves podemos reduzir um pouco a distância e aumentar o interesse do passeio, basta fazer o regresso via Salto, ou estando nos Padrões, via Minas da Borralha, Salto, Boticas, aliás, em termos paisagísticos e de vistas, este trajeto de regresso é muito interessante e bem diferente do trajeto da E103.

 

1600-venda-nova (29)

1600-venda-nova (1)

 

Vamos deitar o olho àquilo que, sobre estas povoações, se diz na monografia de Montalegre, onde a primeira referência, vai para Vilarinho de Padrões (antigo topónimo de Padrões) como uma das entradas no Barroso de Montalegre e acesso à sede de concelho:

 

Acessos

Na vila actual podemos entrar por várias portas. Quem circula pela Nacional 103, entre Braga (a 90 km) e Chaves (a 35 km), chega às Terras de Barroso desde Salamonde- Fafião, atravessando a zona ribeirinha de Cabril, do Gerês e do Rio; desde Vilarinho dos Padrões pela Barragem da Venda Nova e terras de Covêlo do Gerês e Paradela do Rio;   

 

1600-venda-nova (42)

1600-venda-nova (32)

 

Dentro do capítulo do Associativismo encontrámos uma referência para o Rancho Folclórico da Venda Nova:

no domínio da animação artística há o rancho folclórico da Venda Nova,

Sobre o Rancho Folclórico encontrámos esta página no Facebook:

https://www.facebook.com/grupofolclorico.vendanova/

 

1600-venda-nova (73)

1600-venda-nova (19)

 

 Ainda na monografia, a referência à antiga freguesia da Venda Nova:

 

Venda Nova

Área: 8.2 Km2

Densidade populacional: 48.7 hab/Km

População Presente: 383

Orago: São Pedro

Pontos turísticos: Albufeira e Miradouro.

Lugares da freguesia: (4) Codeçoso, Padrões, Venda Nova e Sangunhedo.

É uma localidade relativamente jovem (ainda não existia à data do numeramento ordenado por D. João III, em 1530), mas duzentos anos depois, já consta como sede de freguesia, nas memórias paroquiais de 1758. (…)

 

paio afonso (29)

1600-padroes (14)

 

E continua a monografia:

A nova sede de freguesia substitui o lugar de S. Simão de Codeçoso de Arco e passou a chamar-se São Pedro de Venda Nova, tendo andado anexa a Santa Marinha de Ferral. A antiga igreja que fora transferida do vale da igreja para Venda Nova acabou por ser afogada, como toda a povoação e o cemitério pelas águas da barragem que foi inaugurada em 1950, com pompa e circunstância e onde, no desfazer da festa, afogaram dez pessoas!

 

1600-venda-nova (12)

1600-paio afonso (34)

 

De salientar que a freguesia autónoma da Venda Nova já não existe, hoje está incluída na União de freguesias de Venda Nova e Pondras.

Continuando na monografia, mais uma referência a Padrões:

“Sinais dos tempos”

Vários outros monumentos da romanização se descobriram e permanecem cá testemunhando a sua origem e finalidade: marcos miliários em (Padrões, Currais, Travaços e Arcos) aras romanas em (Vilar de Perdizes, Pitões e São Vicente da Chã) estelas funerárias (Vila da Ponte/ Friães), o célebre Penedo de Rameseiros (Vilar de Perdizes) e outros.

 

1600-venda-nova (72)

1600-venda-nova (68)

 

Para finalizar, fica uma referência a um parque de merendas em Venda Nova, com sombras e vistas lançadas para a Barragem e para as montanhas do outro lado do Gerês, após as quais está o Barroso do Gerês e do Rio Cávado.

 

1600-venda-nova (75)

1600-paio afonso (33)

 

Por último, resta-nos pedir desculpas a Padrões e Venda Nova por trazê-las aqui em conjunto, mas pelos motivos já apresentados e também um pouco, talvez, por falta de inspiração para captar outras imagens, não deu para arranjar material e motivos para dois posts individuais, mas como o Barroso é um capítulo deste blog que ainda está longe de terminar, ouras oportunidade surgirão para que estas duas aldeias possam estar aqui ou no nosso grupo do Facebook “Simplesmente Barroso”   de forma individual.

 

1600-padroes (13)

1600-padroes (1)

 

Agora, mesmo para terminar, fica o nosso habitual vídeo com todas as fotografias e mapas publicados neste post. Espero que gostem.

 

Aqui fica:

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos das aldeias do Barroso no MEO KANAL Nº 895 607

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui a aldeia de Viade de Baixo.

 

 

09
Out21

O Barroso aqui tão perto - Travassos do Rio

Aldeias do Barroso - Concelho de Montalegre

1600-travassos do rio (13)-VIDEO

montalegre (549)

 

TRAVASSOS DO RIO - MONTALEGRE

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog, não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo para a aldeia de TRAVASSOS DO RIO, concelho de Montalegre.

 

1600-travassos do rio (16)-video

1600-travassos do rio (76)-video

1600-travassos do rio (82)-video

 

Tal como referimos na última publicação em que referimos a existência de duas aldeias em Montalegre com o mesmo topónimo de Travassos, hoje trazemos a segunda aldeia com esse mesmo topónimo, mas agora com o “apelido” de Rio, em que tal como as aldeias das terras chãs da freguesia da Chã adotaram a chã como apelido, aqui são as aldeias da proximidade do rio Cávado que adotam o “apelido” Rio.

 

1600-travassos do rio (94)-video

1600-travassos do rio (79)-video

1600-travassos do rio (69)-video

 

Uma aldeia bem interessante e bonita de ver, que à distância desde S. Pedro ou Covelães, que na sua intimidade e nos seus pormenores, onde se destacam a torre do boi do povo, as capelas, alminhas e os mantos verdes que rodeiam a aldeia. É também uma aldeia de passagem para muitos destinos afamados do Barroso e do Gerês, daí, muitas vezes só lhe lançarmos um olhar de passagem, mas numa próxima passagem, lembrem-se que é mais uma das aldeias do Barroso que merece uma visita a uma das aldeias a quem Miguel Torga também dedicou algumas linhas do seu diário.

 

1600-travassos do rio (64)-Video

1600-travassos do rio (83)-video

 

Mais haveria para dizer sobre Travassos do Rio, mas isso já o fomos fazendo nos post completo que lhe dedicámos e para o qual fica link no final. Hoje hoje estamos aqui pelo vídeo que não teve nesse do seu post completo, assim, é para ele que vamos passar de imediato. Espero que gostem.

Aqui fica:

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607

 

Post do blog Chaves dedicados à aldeia de TRAVASSOS DO RIO:

https://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-travassos-do-1804588

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui um vídeo conjunto com as aldeias de Venda Nova e Padrões.

 

 

02
Out21

O Barroso aqui tão perto - Travassos da Chã

Aldeias do Barroso - Concelho de Montalegre

1600-travassos-cha (80)-VIDEO

montalegre (549)

 

TRAVASSOS DA CHÃ - MONTALEGRE

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog, não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo para a aldeia de TRAVASSOS DA CHÃ, concelho de Montalegre.

 

1600-travassos-cha (31)-video

1600-travassos-cha (33)-video

1600-travassos-cha (34)-video

 

Travassos da Chã cujo topónimo tem “apelido” por duas razões, primeiro para a distinguir de uma outra aldeia barrosã do mesmo concelho de Montalegre – Travassos do Rio, segundo, porque assim também fica localizada no território ao assumir a “Chã”, ou seja, é uma aldeia de terras chãs, que no caso é também o topónimo da sede de freguesia da Chã.

 

1600-travassos-cha (69)-video

1600-travassos-cha (57)-video

 

Terras chãs que antigamente se prolongavam até ao rio Rabagão, e hoje também, mas aprisionado desde meados do século passado numa barragem, oficialmente com o nome de barragem do Alto Rabagão mas comummente conhecida por barragem dos Pisões.

 

1600-travassos-cha (51)-video

1600-travassos-cha (54)-video

1600-travassos-cha (56)-video

 

Pisões, hoje uma aldeia que nasceu com a barragem mas cuja origem está mesmo nos pisões que nesse local existiam e de onde saiam as mantas ou tecido de burel para as capas tão típicas nesta região e que hoje ainda vão resistindo e sendo usadas no Barroso mais agreste e frio, principalmente em dias de chuva e neve, porque além de protegerem do frio, também são impermeáveis.

 

1600-travassos-cha (43)-video

1600-travassos-cha (45)-video

1600-travassos-cha (41)-video

 

 

Quanto a Travassos da Chã, fica a 42 km da cidade de Chaves e localiza-se entre a EN103 (estrada Chaves-Braga) e a barragem dos Pisões e, tendo ainda a EN103 como referência, entre as aldeias de S.Vicente da Chã e Penedones.  

 

1600-travassos-cha (49)

1600-travassos-cha (40)-video

 

Mas como hoje estamos aqui pelo vídeo que não teve aquando do seu post completo, onde já falámos sobre esta aldeia e para o qual finca link no final deste, vamos passar de imediato ao seu vídeo, com todas as fotos da aldeia publicadas até hoje neste blog. Espero que gostem.

 

Aqui fica:

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607

 

Post do blog Chaves dedicados à aldeia de TRAVASSOS DA CHÃ:

 

 http://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-travassos-1418417

 

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui a outra aldeia com o mesmo topónimo, mas de “apelido” diferente, a aldeia de TRAVASSOS DO RIO.

 

 

 

 

25
Set21

O Barroso aqui tão perto - Torgueda C/Vídeo

Aldeias do Barroso - Concelho de Montalegre

1600-treburas-fojo (40))-VIDEO

montalegre (549)

 

TORGUEDA - MONTALEGRE

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog, não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo para a aldeia de TORGUEDA, concelho de Montalegre.

 

1600-torgueda (45)-video-1

1600-torgueda (3)-video

1600-torgueda (74)-video

 

Anos a passar ao lado de aldeias sem as ver ou conhecer. Certo que com o tempo também aprendemos a ver aquilo que nos passa ao lado, principalmente os pormenores, mas há aldeias, que mesmo passando-lhe ao lado não se veem mesmo, pois ficam encobertas por vegetação ou pequenas elevações.

 

1600-torgueda (62)-video

1600-torgueda (59)-video

 

No mesmo dia descobri duas dessas aldeias recolhidas dos olhares de quem passa. Farto de conhecer São Vicente, há uns bons anos, desde o tempo em que em Chaves tomava a carreira de Braga para ir até Montalegre, com paragem em São Vicente para aí mudar para a carreira que finalmente nos levava até Montalegre. Pelo caminho, para além de São Vicente, apenas existia Medeiros. A Chã de São Vicente, nunca tinha dado por ela, e foi preciso ter feito esta ronda por todas as aldeias do Barroso para a descobrir, uma feliz descoberta por sinal.

 

1600-torgueda (39)-video

1600-torgueda (49)-video

1600-torgueda (26)-video

 

Pois se a Chã de São Vicente fica colada a São Vicente (da E103), Torgueda fica a duas curvas e uma reta da Chã, a menos de 700m de distância, mas esta não é daquelas aldeias que não se vê mesmo  da estrada S.Vicente/Montalegre, é preciso vencer mesmo os 700 metros que a separam da Chã para ela se dar a conhecer, e tal como a Chã, também nos surpreendeu pela positiva, não só pelo seu casario e seu conjunto, mas também pelo verde dos campos e o serpenteado que os carvalhos fazem no separar das propriedades, mas sobretudo surpreendeu pela vida que a aldeia tem.  

 

1600-torgueda (25)-video

1600-torgueda (21)-video

 

E se Torgueda nos surpreendeu quando entrámos nela na sua descoberta, mais nos surpreendeu a beleza do conjunto do seu casario e envolvência,  quando a descobrimos vista desde a Nossa Senhora das Treburas, desde esse miradouro natural sobre as terras chãs da freguesia da Chã, com a exuberância do verde nos seus vários matizes a impor-se ao volta do salpicar laranja dos telhados de Torgueda, tudo apenas a ser interrompido quando a chã encontra o azul das águas da barragem do Alto Rabagão, com a serra do Barroso de fundo, que, quando formos lá pela primeira vez, toda estas vistas estavam adornadas e coroadas com um manto de nuvens brancas, como se algodão se tratasse. Não era ouro sobre azul, mas era mesmo branco sobre azul e verde (veja a primeira imagem e já a seguir, mais em pormenor, Torgueda vista desde a N.Srª das Treburas).

 

1600-treburas-fojo (41)-video

1600-torgueda (2)-video

1600-torgueda (8)-video

 

 

Mas como hoje estamos aqui pelo vídeo que Torgueda não teve aquando do seu post completo, para o qual finca link no final deste. Agora vamos passar de imediato ao seu vídeo, com todas as fotos da aldeia publicadas até hoje neste blog. Espero que gostem.

Aqui fica:

 

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607

 

Post do blog Chaves dedicados à aldeia de TORGUEDA:

 

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui a aldeia de TRAVASSOS DA CHÃ.

 

 

 

 

18
Set21

O Barroso aqui tão perto - Telhado

Aldeias do Barroso - Concelho de Montalegre

1600-telhado (153)-VIDEO

montalegre (549)

 

TELHADO - MONTALEGRE

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog, não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo para a aldeia de TELHADO, concelho de Montalegre.

 

1600-telhado (43)-VIDEO

1600-telhado (108)-VIDEO-1

1600-telhado (145)-VIDEO

 

Como habitualmente aproveitamos esta ocasião para deixar aqui mais algumas imagens sobre a aldeia, imagens que escaparam à anterior seleção aquando do post completo que dedicámos a Telhado.

 

1600-telhado (103)-VIDEO

1600-telhado (136)-VIDEO

1600-telhado (124)-VIDEO

 

E também como tem acontecido com os outros posts/vídeos acrescentamos mais algumas curiosidades ou coisas de interesse sobre a aldeia.

 

1600-telhado (63)-VIDEO

1600-telhado (48)-VIDEO

 

O mais comum no Barroso é as aldeias localizarem-se na montanha, não estivesse o Barroso implantado em Trás-os-Montes (exceção para o Barroso de Vieira do Minho), quando muito podem estar num planalto, só falta saber é em que montanha ou serra estão.

 

1600-telhado (47)-VIDEO

1600-telhado (51)-VIDEO

1600-telhado (36)-video

 

Esta aldeia do Telhado está lá bem está lá bem no alto da Serra do Barroso, a mais de 1000 metros de altitude, bem perto dos afamados cornos do Barroso.

 

1600-telhado (10)-VIDEO

1600-telhado (42)-VIDEO

 

Localizada na Serra do Barroso e no limite Sul do concelho de Montalegre, confrontante com o concelho de Boticas. Aliás as duas aldeias mais próximas do Telhado são as aldeias de Coimbró e Alturas do Barroso, ambas do concelho de Boticas. Quase a mesma distância tem a Lama da Missa, os Pisões e a respetiva barragem.

 

1600-telhado (108)-VIDEO

1600-telhado (1)-VIDEO

1600-telhado (154)-VIDEO

 

Mas hoje estamos aqui pelo seu vídeo, pois quando ao que havia a dizer sobre a aldeia, já o dissemos no seu post completo, para o qual fica link a seguir ao vídeo, para o qual passamos de seguida. Espero que gostem.

Aqui fica:

 

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607

 

 

Post do blog Chaves dedicados à aldeia de TELHADO:

 https://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-telhado-1403979

 

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui a aldeia de TORGUEDA.

 

 

10
Set21

O Barroso aqui tão perto - Tabuadela C/Vídeo

Aldeias do Barroso - Concelho de Montalegre

1600-tabuadela (3)-VIDEO

montalegre (549)

 

TABUADELA - MONTALEGRE

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog, não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo para a aldeia de TABUADELA, concelho de Montalegre.

 

1600-tabuadela (70)-video

1600-tabuadela (85)-video

1600-tabuadela (31)-video

 

Como vem acontecendo nestes posts extra, aproveitamos também para deixar aqui mais algumas imagens que escaparam à anterior seleção, aquando do seu post completo.

 

1600-tabuadela (49)-video

1600-tabuadela (28)-video

1600-tabuadela (19)-video

 

O curioso é que nestes posts extra, em geral, deixamos mais imagens do que as que deixámos no seu post completo. Isto acontece porque no post inicial estávamos mais preocupados em dar a conhecer a aldeia, não só em imagem mas também quanto à sua história, estórias da aldeia, curiosidades e um bocadinho de tudo que havia sobre a aldeia. Nestes posts extras estamos mais focados no vídeo e no seu conteúdo, pois é mesmo para mostrar o todo da aldeia, sem muitas palavras, apenas estas de circunstância que vão servindo se separador ente as fotos.

 

1600-tabuadela (47)-video

1600-tabuadela (77)-video

1600-tabuadela (30)-video

Assim, este posts (vídeo) é também uma adenda ao post inicial, daí, deixarmos sempre, também, um link para o post completo publicado em tempo, no caso de Tabuadela, publicado já em 14-agosto-2016.

 

1600-tabuadela (81)-video

1600-tabuadela (34)-video

1600-tabuadela (24)-video

 

Também demos conta agora, que o post completo não tinha os nossos mapas a indicar a localização da aldeia e o itinerário por nós recomendado. Assim, também aproveitamos esta ocasião para os deixar aqui, com um itinerário que nos serviu muitas vezes de alternativa para irmos até terras de Montalegre atravessando todo o concelho de Boticas, principalmente para as da freguesia de Salto.

 

tabuadela-1.jpg

tabuadela-2.jpg

1600-tabuadela (23)-video

 

E vai sendo tudo por hoje, mas não será a última vez que Tabuadela virá por aqui, pelo blog e pela internet, pois nesta descoberta do Barroso nunca fui sozinho, acompanharam-me sempre um, dois ou três amigos, também fotógrafos e também todos eles com blogs que, em tempo decidimos criar um grupo no Facebook, onde diariamente deixamos imagens do Barroso, onde Tabuadela e as restantes aldeias barrosãs, de todo o Barroso (Montalegre, Boticas e as aldeias barrosãs de Ribeira de Pena e Vieira do Minho) vão passando diariamente. Aproveite e dê também uma vista de olhos nesse grupo que se intitula “Simplesmente Barroso”

1600-tabuadela (13)-video

1600-tabuadela (57)-video

1600-tabuadela (43)-video

 

Mas hoje estamos aqui, principalmente, pelo vídeo que Tabuadela não teve aquando do seu post completo, vídeo ao qual passar de imediato, com todas as fotos da aldeia publicadas até hoje neste blog. Espero que gostem.

 

Aqui fica:

 

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607

 

Post do blog Chaves dedicados à aldeia de TABUADELA:

 

https://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-tabuadela-1424376

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui a aldeia de TELHADO.

03
Set21

O Barroso aqui tão perto - Solveira

Aldeias do Barroso - Concelho de Montalegre

1600-solveira (13)-VIDEO

montalegre (549)

 

 

SOLVEIRA - MONTALEGRE

 

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog, não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo para a aldeia de SOLVEIRA, concelho de Montalegre.

 

1600-solveira (197)-video

1600-solveira (244)-video

1600-solveira (104)-video

 

Hoje podemos dizer que vamos para o Barroso aqui tão perto, mesmo bem perto, a apenas meia hora de viagem que, mais ou menos devemos demorar para percorrer os 28 km que nos separam desta aldeia do Alto-Barroso. Para lá chegarmos, basta tomar a estrada do São Caetano, passar por Soutelinho da Raia (a última aldeia do concelho de Chaves), entrar no concelho de Montalegre, passar por Meixide, depois ao lado de Vilar de Perdizes e finalmente Solveira. Atenção que é preciso sair da estrada principal, pois já foi tempo que esta passava por Solveira, foi assim até a construção de uma variante à aldeia, mas basta ir com atenção à placa (um desvio para a direita), que fica logo a seguir ao Santuário da Nossa senhora da Saúde de Vilar de Perdizes.

 

1600-solveira (229)-video

1600-solveira (231)-video

1600-solveira (141)-video

 

Solveira é uma das grandes aldeias do concelho de Montalegre, hoje mais em casario que em população, que esta, tal como na grande maioria das aldeias do interior, principalmente os mais jovens, procuraram outros destinos para fazer as suas vidas, mas mesmo assim, há que nunca abandone o berço, e a terra que o viu nascer, é ou foi a terra que o viu viver e que lhe há de dar sepultura quando morrer. Gente interessante, por sinal, como o Sr. Jaime um artista de trabalhar o ferro e com o ferro, com amor à profissão de ferreiro quando necessário, como de serralheiro quando era preciso ou de arranjador de coisas em ferro, fechaduras, máquinas, geringonças, e outros mecanismos de ferro que avariavam. Hoje (passámos por Solveira em março de 2016 pelo que espero que o Sr. Jaime esteja ainda com vida e de boa saúde) continua a trabalhar, embora reformado, agora trabalha por prazer, repara máquinas e outras que vai juntando e colecionando, até malhadeiras, disse-nos ter 7, todas a funcionar, mas maioritariamente é o seu próprio cliente, sem prazos de entrega, pois o que arranja é para ficar numa espécie de museu de antiguidades onde passa e dedica os seus dias. Um armazém que foi oficina, está repleto de tudo, algumas peças subiram à sua habitação e hoje servem de decoração, mas funcionam, outras hão de subir, ou não. Pois foi um prazer termos conversado com este Senhor, o Sr. Jaime que nos recebeu na sua oficina e na sua casa, com muitas estórias para contar para todo o dia de muitos dias, assim houvesse oportunidade para as contar. Ouvimos algumas, mas tínhamos de partir à descoberta da restante aldeia e das outras aldeias do Barroso.

 

1600-solveira (138)-video

1600-solveira (129)-video

1600-solveira (117)-video

1600-solveira (180)-video

1600-solveira (189)-video

1600-solveira (186)-video

1600-solveira (190)-video

 

Em geral, no levantamento fotográfico das aldeias, costumamos estar à volta de 45 minutos a 1 hora, ou menos, mas em Solveira foi diferente, não só pela aldeia ser grande, mas também pela conversa com o Sr. Jaime pelo qual soubemos que haveria nessa tarde um ato religioso na aldeia, o percurso do calvário. Acontece que era 25 de março de 2016, nesse ano, sexta-feira santa onde os atos religiosos deste dia se repetem um pouco por algumas aldeias. Ficámos por lá à espera, e fomos mantando o tempo com cliques, a tudo, até a absurdos e alguns disparates e contrates, um deles a forma como a EDP fere as paisagens rurais e estes núcleos populacionais rurais, implantando postes, fios, armários, PT’s, etc., onde lhes dá a gana ou mais jeito, sem qualquer respeito pela aldeia e pelos seus monumentos com as aberrações que praticam.

 

1600-solveira (294)

1600-solveira (85)-video

1600-solveira (95)-video

 

Solveira implantada em terras alta do Alto-Barroso, com o Larouco mesmo ao lado, vai recebendo com frequência os nevões de inverno, coisa bonita de ver para quem não tem de viver dias a fio debaixo de um nevão em que imobiliza as aldeia e as suas vidas, mas há sempre afazeres que os obriga a andar ao frio e na neve, principalmente os criadores de gado que ficam sem pastagens e têm de alimentar o gado, nas cortes, quando o frio chega a doer e têm de aquecer as casas para poder sobreviver, não com a eletricidade da EDP cujo custo é um luxo, mas com lenha nas lareiras e salamandras. Talvez dias felizes para as poucas crianças que a aldeia ainda tem, mas nem tanto para que a neve lhes tolhe os dias. Mas que é bonito ver estas aldeias debaixo de um manto de neve, lá isso é.

 

1600-solveira (10)-video

1600-solveira (5)-video

1600-solveira (12)-video

 

E está na hora de fecharmos as portas a este post, o qual aproveitámos para deixar mais imagens de Solveira que escaparam à seleção anterior, aquando deixámos aqui o post completo dedicado à aldeia. Post esse para o qual fica link no final, após o vídeo.

 

1600-solveira (240)-video

1600-solveira (78)-video

1600-solveira (48)-video

1600-solveira (114)-video

E agora sim, vamos ao vídeo que afinal é a principal razão deste post, Vídeo onde reunimos todas as imagens até hoje publicadas aqui no blog e estratos de um vídeo (mesmo vídeo) que fizemos numa passagem pela aldeia, a caminho de Montalegre. Espero que gostem.

 

Aqui fica:

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607, já está online.

 

Post do blog Chaves dedicados à aldeia de SOLVEIRA:

 

https://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-solveira-1364977

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui a aldeia de TABUADELA.

 

 

 

27
Ago21

O Barroso aqui tão perto - Sirvozelo

Aldeias do Barroso - Concelho de Montalegre

1600-sirvozelo (55)-VIDEO

montalegre (549)

 

SIRVOZELO - MONTALEGRE

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog, não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo para a aldeia de SIRVOZELO, concelho de Montalegre.

 

1600-sirvozelo (52)-video

1600-sirvozelo (50)-video

1600-sirvozelo (41)-video

 

É mais uma aldeia do Gerês, localizada na margem direita do Rio Cávado logo a seguir ao paredão da barragem de Paradela, e por muitos, considerada uma das aldeias mais interessantes do concelho de Montalegre.

 

1600-sirvozelo (40)-video

1600-sirvozelo (26)-video

1600-sirvozelo (62)-video

 

Mas como hoje estamos aqui pelo vídeo que não teve aquando do seu post completo, para o qual finca link no final deste, vamos passar de imediato ao seu vídeo, com todas as fotos da aldeia publicadas até hoje neste blog. Espero que gostem.

Aqui fica:

 

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607

 

Post do blog Chaves dedicados à aldeia de SIRVOZELO:

 

https://chaves.blogs.sapo.pt/o-barroso-aqui-tao-perto-sirvozelo-1697281

 

E quanto a aldeias de Montalegre, despedimo-nos até à próxima sexta-feira em que teremos aqui a aldeia de Solveira.

 

 

 

22
Ago21

O Barroso aqui tão perto - As Sete Senhoras

As Sete Senhoras do Alto-Barroso

1600-sra-vila-abril (9).jpg

Senhora de Vila d'Abril Contim/São Pedro - Montalegre

montalegre (549)

1600-sra-vila-abril (5).jpg

Senhora de Vila d'Abril Contim/São Pedro - Montalegre

 

 

A lenda das Sete Senhoras é muito antiga e reparte-se um pouco por Trás-os-Montes e por Espanha (SAN SIETE E TODAS SAN SANTAS - A Lenda das Siete Senhouras Armanas remonta a tempos incertos e foi transmitida oralmente de geração em geração por terras de Miranda versando que «no alto dos siete cabeços, estan las siete senhoras, san siete e todas san Santas, todas santas e ermanas, a toda a hora se beim e falam todas las manhanas».

 

1600-sra-de-galegos (4)

1600-cortico (11).jpg

Senhora de Galegos, Cortiço, Montalegre

 

Há várias versões desta lenda das Sete Senhoras, quer em Portugal ou Espanha, como várias são as Senhoras que cada versão utiliza. Alguns estudos dizem que são dezassete as Senhoras que entra nas lendas conhecidas. As nossas, mais próximas, são as Sete Senhoras do Barroso que estão distribuídas pelo concelho de Montalegre e Chaves são:

 

1600-treburas-fojo (19).jpg

1600-treburas-fojo (80).jpg

Senhora das Treburas, Medeiros, Montalegre

 

- Senhora da Vila d’Abril, de Contim/S. Pedro, Montalegre

- Senhora de Galegos, do Cortiço, Montalegre

- Senhora das Treburas, de Medeiros, Montalegre

- Senhora da Azinheira, de Meixide, Montalegre

- Senhora da Natividade, de Penedones, Montalegre

- Senhora da Aparecida, de Calvão, Chaves

- Senhora das Necessidades, de Castelões, Chaves

 

1600-meixide (104).jpg

Senhora da Azinheira, Meixide, Montalegre

1600-penedones (44).jpg

Senhora da Natividade de Penedones, Montalegre

1600-penedones (13)

Senhora da Natividade de Penedones, Montalegre

 

À exceção da Senhora da Azinheira de Meixide e da Senhora da Natividade de Penedones, que estão dentro do aglomerado da respetiva aldeia, as restantes estão em espaços isolados ou integradas em Santuários, também eles isolados, como é o caso do Santuário da Senhora da Aparecida, de Calvão e o da Senhora das Necessidades, em Castelões.

 

1600-casteloes (463)

1600-casteloes (40).jpg

Senhora das Necessidades (ou Senhora do Engaranho), Santuário, Castelões, Chaves

 

Hoje ficam apenas algumas imagens destas Sete Senhoras, mais para as dar a conhecer e localizar, mas também porque se aproxima o dia em que são veneradas no Alto-Barroso, o dia 8 de setembro.

 

1200-calvao (59)

1600-calvao (490)-1

Senhora da Aparecida, Santuário, Calvão, Chaves

 

Fica também em aberto uma próxima abordagem deste tema, mais completa e documentada. Por hoje ficamos por aqui.   

 

 

 

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Gostei muito de ver a minha terra parabéns

    • Anónimo

      Saudades de atravessar essa ponte!!!

    • Anónimo

      Muito obrigada! 😊 Cristina Pizarro

    • Anónimo

      Muito bom👌😜

    • Anónimo

      Muito bom mesmo! adorei👌

    FB