Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

05
Dez20

Sanfins da Castanheira - Chaves - Portugal

Aldeias de Chaves

1600-sanfins (85)-video

 

SANFINS DA CASTANHEIRA

 

Continuando a cumprir a nossa falta para com as aldeias que, aquando dos seus posts neste blog, não tiveram o resumo fotográfico em vídeo, trazemos hoje esse resumo para a aldeia de Sanfins, Chaves.

 

1600-sanfins (41)-video

1600-sanfins (64)-video

1600-sanfins (65)-video

 

Como é habitual, aproveitamos esta oportunidade para deixar aqui mais algumas imagens da aldeia que escaparam às seleções anteriores, aquando dos posts que dedicámos a Sanfins, para os quais fica link no final deste post.

 

parada (191)-video

 

1600-sanfins (100)-video

 

1600-sanfins (60)-video

 

Sanfins, aldeia e freguesia, fica no limite do concelho de Chaves e confronta com dois concelhos vizinhos, Vinhais e Valpaços. A freguesia de Sanfins é composta por 5 aldeias: Sanfins, Santa Cruz, Mosteiro, Parada e Polide. Sanfins e Santa Cruz tanto são conhecidas pelo seu topónimo simples como pelo seu topónimo complexo, adotando o nome de Castanheira, por fazerem parte da uma pequena região com o mesmo nome, mas também porque o seu topónimo simples ser vulgar em Portugal, distinguindo-se assim das outras localidades com o mesmo topónimo simples, ficando então Sanfins da Castanheira e Santa Cruz da Castanheira. No caso de Santa Cruz, há outra localidade no concelho de Chaves com o mesmo topónimo, que outrora estava isolada, mas que hoje em dia foi absorvida pelo crescimento da cidade de Chaves, sendo na prática, mais um lugar da cidade de Chaves.

 

1600-sanfins (83)-video

 

1600-sanfins (56)-video

 

1600-sanfins (13)-video

 

Curioso é que esta nossa aldeia de hoje, na prática também não está isolada, pois confronta diretamente com a aldeia vizinha de Cimo de Vila da Castanheira, não havendo separação física entre ambas, sendo Cimo de Vila também sede de freguesia, agora em conjunto com Roriz.

 

1600-sanfins (59)-video

 

1600-sanfins (49)-video

 

1600-sanfins (50)-video

 

Mas não só, pois se não fosse a crise económica deste século, o despovoamento rural e o não regresso de alguns emigrantes às suas aldeias de origem, hoje Cimo de Vila da Castanheira, Sanfins, Santa Cruz e Mosteiro, estariam todas concentradas numa grande aldeia, pois as últimas casas de Sanfins da Castanheira apenas distam cerca de 200m das últimas casas de Santa Cruz e Mosteiro. Na realidade estas 4 aldeias estão todas dentro dum círculo com 900 metros de raio, o que para quem não conhecer esta realidade, se for por lá, facilmente poderá pensar que tudo aquilo é apenas uma aldeia.

 

1600-sanfins (29)-video

1600-sanfins (24)-video

 

Aldeias fisicamente juntas, mas separadas, pertencem a duas freguesias e cada aldeia tem com a sua igreja ou capela, em tempos com a sua escola, e ainda com as suas tradições, festas e oragos.

 

1600-sanfins (20)-video

1600-sanfins (11)-video

 

Ficaram algumas curiosidades sobre a aldeia e freguesia de Sanfins da Castanheira, mas hoje estamos aqui pelo seu vídeo que não teve nos anteriores posts, vídeo com todas as fotografias e imagens publicadas até à presente data neste blog, ao qual passamos de imediato. Espero que gostem.

Aqui fica:

 

 

Agora também pode ver este e outros vídeos no MEO KANAL Nº 895 607

 

Post do blog Chaves dedicados à aldeia de Sanfins da Castanheira:

https://chaves.blogs.sapo.pt/sanfins-da-castanheira-chaves-1803800

https://chaves.blogs.sapo.pt/sanfins-da-castanheira-chaves-1065694

https://chaves.blogs.sapo.pt/507597.html

https://chaves.blogs.sapo.pt/236011.html

 

 

E quanto a aldeias de Chaves, despedimo-nos até a próxima quarta-feira em que teremos aqui a aldeia de Sanjurge.

 

15
Fev19

Alminhas e Cruzeiros

1-cabecalho

1700-seara-velha (674)

Pormenor das alminhas em Seara Velha - Chaves

 

Tal como prometido, cá estamos com mais alminhas, e hoje também cruzeiros.

 

1700-sanfins (1)

Cruzeiro e alminhas em Sanfins da Castanheira - Chaves

 

Alminhas e cruzeiros que às vezes aparecem no mesmo cruzamento de caminhos, tal como acontece num cruzamento da aldeia de Sanfins da Castanheira, em Chaves.

 

1700-seara-velha (673)

Cruzeiro e alminhas, numa única peça, em Seara Velha - Chaves

 

Ou então, mais raro, na mesma construção, ou seja, cruzeiro e alminhas juntos, como é o caso desta última imagem num cruzamento de Seara Velha, também no concelho de Chaves.

 

 

15
Dez18

Sanfins da Castanheira - Chaves - Portugal

1600-sanfins (97)

 

Na nossa habitual ronda pelas aldeias do concelho de Chaves, hoje vamos até Sanfins da Castanheira que como o apelido do topónimo indica, é mais uma das aldeias de terras da Castanheira, algumas adotando o mesmo apelido, tais como Cimo de Vila da Castanheira e Santa Cruz da Castanheira, e outras com apenas o nome próprio como topónimo, como Parada, Polide e Mosteiro.

 

1600-sanfins (31)

 

Como curiosidade, que em mim gerava alguma confusão aquando ainda andava na fase de descoberta das nossas aldeias, é o facto de não haver separação física entre as aldeias de Cimo de Vila e Sanfins, que para um desconhecedor desta particularidade, entenderá as duas aldeias como apenas uma.

 

1600-sanfins (91)

 

Sanfins é uma das aldeias que já há muito é nossa conhecida, pelo menos de passagem, pois ainda no tempo em que as festas das aldeias onde tínhamos amigos e colegas,  faziam parte da nossa agenda de verão, para uma delas (Stª Cruz da Castanheira) tínhamos obrigatoriamente de passar por Sanfins. Mas não só, também por motivos profissionais, calhava no nosso itinerário para atingirmos as aldeias de Mosteiro, Polide, Stª Cruz e Parada, para além da própria aldeia de Sanfins. Contudo, só desde que temos o blog é que iniciámos os nossos registos fotográficos da aldeia, geralmente também de passagem para as outras aldeias. Assim foi em 2007, em 2010 e 2012, mas nunca chegou a ficar completo. Geralmente é este o problema das aldeias de passagem, como passamos tantas vezes por elas, vamos adiando a nossa recolha para a próxima vez.

 

1600-sanfins (35)

 

Assim na seleção fotográfica de hoje, há fotografias de há 11 anos e as mais recentes de há 6 já a caminho dos 7 anos. Um dia destes temos de voltar por lá e parar para descobrir o que há ainda para descobrir.

 

1600-sanfins (8)

 

Quanto ao topónimo SANFINS é muito vulgar em Portugal mas também na Galiza e restante Espanha. Sobre o topónio a Infopédia refere o seguinte:

 

Do baixo-latim Sancto Felice, 'o lugar de São Félix'. Também se encontra na Galiza, sob as formas San Fins e San Fiz, na Catalunha sob a forma San Felíu e no resto de Espanha como San Felices.

 

Nas nossas voltas pelo Barroso já passámos e trouxemos aqui ao blog uma aldeia com a outra variante deste topónimo, a aldeia de São Fins.

 

1600-sanfins (113)

 

Sanfins da Castanheira localiza-se em terras da Castanheira, em terras não muito acidentadas e rodeada de uma pequena depressão do terreno no grande planalto da montanha, com bons terrenos agricolas, mas à beirinha do mar de montanhas que entra por terras de Vinhais adentro.

 

1600-sanfins (102)

 

E é tudo, quase nada, eu sei, mas como já não é a primeira vez que trazemos aqui esta aldeia, nem será a última. Para saber mais sobre ela, pela certa aparecerá a seguir a este post um link aos posts anteriores.

 

 

 

Nossas consultas:

Sanfins in Dicionário infopédia de Toponímia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-12-15 05:04:15]. Disponível na Internet:  https://www.infopedia.pt/dicionarios/toponimia/Sanfins

 

05
Jun10

Mosaico da Freguesia de Sanfins da Castanheira

 

 

 

Mosaico da Freguesia de Sanfins da Castanheira


 

 

Localização:


A 24 km da cidade de Chaves, a Nascente desta, no limite do concelho,  situa-se numa faixa de território que é conhecido por terras da Castanheira, logo após as terras de Monforte.

 

Confrontações:


Confronta com os concelhos de Vinhais e Valpaços (Lebução e Bouçoais) e com as freguesias de Cimo de Vila da Castanheira e São Vicente da Raia, estas do concelho de Chaves.

 

Coordenadas: (Junto ao Cruzeiro de Sanfins)


41º 47’ 35.99”N

7º 15’ 02.95”W

 

.

.


Altitude:


Variável – acima dos 400m e abaixo dos 750m

 

Orago da freguesia:


São Pedro

 

Área:


16,23 km2.

 

Acessos (a partir de Chaves):


– Estrada Nacional 103 (até à Bolideira), Caminho Florestal até ao Cruzamento de Dadim e Cam.Municipal 1064 até Sanfins. Em alternativa, E.N. 103-5 até Vila Verde da Raia, Curral de Vacas, Mairos, S.Cornélio e de novo Dadim… Embora, em ambos o itinerários se circule por Estradas Nacionais, Estradas Municipais, Caminhos Municipais e Caminhos Florestais, todos eles são pavimentados, a única coisa que varia, é a largura da faixa de rodagem que vai estreitando à medida que nos vamos afastando da cidade de Chaves.

 

 

.

 

.

 

 

Aldeias da freguesia:


- Sanfins da Castanheira

- Mosteiro

- Parada

- Polide

- Santa Cruz da Castanheira

 

População Residente:


Em 1900 – 472 hab.

Em 1920 – 511 hab.

Em 1940 – 628 hab.

 

Em 1960 – 862 hab.


Em 1981 – 762 hab.

Em 1991 – 452 hab.

 

Em 2001 – 308 hab.

 

.

.

 

Será interessante e importante reflectir sobre estes números, verificando-se (por exemplo) que entre1960 e 2001 a freguesia perdeu 64% da sua população, que Polide em 2001 tinha 16 habitantes, Parara 41, Mosteiro 55, Stª Cruz 86 e Sanfins 102 habitantes. Que em toda a freguesia, em 2001, havia 19 crianças com menos de 10 anos, onde Polide tinha apenas 2 crianças, Parada 5, Mosteiro 3, Santa Cruz 2 e Sanfins 7. Isto são dados de 2001, já lá vão quase 10 anos e estou em crer que a linha de tendência do despovoamento dos últimos 40 anos se manteve. Os Censos do próximo ano o dirão. São números, que cada vez mais me convenço, estão também associados à actual crise mas sobretudo ao elevado número de desemprego, tudo isto (a meu ver) por políticas agrícolas inexistentes ou sucessivamente erradas para todo o interior Norte, onde também, a ganância do fácil e do subsídio também não é alheia. Mas não só as políticas agrícolas são responsáveis por todo este despovoamento, mas também a falta de atractivos, de condições e infra-estruturas que durante anos a fio foram também um sucessivo convite para abandonar as aldeias. Desde 1960 que é notório (em todo o interior norte sem excepção) o despovoamento progressivo do meio rural e ninguém fez nada ou se importou com isso, principalmente os senhores de Lisboa, mas também os nossos imitadores de província das sedes de concelho que durante anos ficavam regaladinhos (ou se iam enganando) a ver as cidades e vilas a crescer à custa do emagrecer do meio rural. Se nada for feito e se ainda se for a tempo, quero ver, quando se esvaziarem por completo as nossas aldeias, onde vamos comer as boas batatas, as boas couves, as boas vitelas, o bom presunto, o bom cabrito… já nem quero falar de cultura, tradições, usos e costumes que se vão perdendo ou já se perderam para todo o sempre.

 

.

Sanfins da Castanheira - Chaves - Portugal

.

 

Posso estar errado, mas penso que o futuro passa pelo repovoamento rural, que penso também ser urgente, com condições e atractivos, assim haja interesse e visão dos senhores políticos de Lisboa e imitadores de província, que em vez de se preocuparem com os seus tachos e interesses, empresas e megalomanias por TGV’s e outros, se comecem a preocupar com o Portugal real, pequenino, mas que pode ser produtivo, para aí sim, podermos ser alguém… já há muito que lá vai o tempo dos grandes impérios. Imitadores que sempre fomos, imitem-se os países europeus bem mais pequenos que o nosso, mas bem mais ricos e com menos potencialidades que o nosso Portugal, onde temos até melhores condições, só basta sabe-las aproveitar e pô-las a render, para todos e não para meia dúzia e para toda uma cambada de políticos que anda a reboque e na mama desses poucos. As coisas são claras (embora não transparentes) como a água, mas o Zé povinho votante também tem culpa ao continuar a acreditar e não contestar toda a classe política rasca e irresponsável que temos, apenas preocupados no seu, no presente

 

.

Mosteiro - Chaves - Portugal

.

 

e em pavonearem-se por aí fora como Reis e Senhores deste Portugal. Estou farto que o verdadeiro Abril não se cumpra ou como dizia pessoa: Falta cumprir Portugal… e agora apetecia-me terminar com uma asneira daquelas que por cá vulgarmente utilizamos e mandá-los a qualquer sítio…mas a minha educação e formação, mesmo sendo um pobretanas da província, está acima da cambada desses pavões e merdas todos, que se governam à nossa custa e se riem de nós… fico-me por aqui. Quem me quiser compreender, entre por essas aldeias adentro, do Portugal esquecido, o tal profundo, converse com os velhos resistentes e compreender-me-ão.

 

.

parada

.

 

Voltemos a Sanfins da Castanheira ou o que ainda resta.

 

 

Principal actividade:


- A agricultura de subsistência e algum gado, tudo coisa pouca.

 

Particularidades e Pontos de Interesse:


Potencialidades e pontos de interesse não lhe faltam, tal como não faltam a qualquer freguesia rural. Aldeias interessantes mas que se vão perdendo com a perda da sua população, do seu casario típico abandonado, dos seus usos e costumes da sua rica história e até do interesse de montanha e paisagístico de pequenos rios e montanhas, como o Rio Mouce, cuja beleza da sua envolvência são coisas raras e onde se registam numerosos habitats castrejos. Alusões antigas a esta freguesia, nomeadamente nas «Memórias Paroquias», ligam-na a um povoamento antigo e à cristianização às quais não serão estranhos os topónimos de Santa Cruz e Mosteiro ou o Ribeiro de S.Gonçalo. De património edificado e

 

.

Polide - Chaves - Portugal

.

 

religioso, há a salientar a Igreja Paroquial dedicada a S.Pedro,as Capelas de Nossa Senhora de Orada e de Mosteiro, evocada a S.Salvador que possui uma curiosa e tosca inscrição seiscentista no lintel do pórtico “ Salvator Mundi Miserere Nobis. Anos 1682”. Ao lado desta capela diz-se (e parece) ter existido um antigo mosteiro que dará nome à própria aldeia e do qual ainda é possível ver a sua construção, hoje praticamente em ruínas.

 

Uma visita às aldeias da freguesia recomenda-se, mas também uma visita a S.Gonçalo, cujo local é repartido em culto e “território” com as gentes da freguesia de S.Vicente da Raia, local onde existe um interessante local de estar em perfeita harmonia com a natureza, a sua beleza e a frescura dos rios.

 

 

.

.


Linck para os posts neste blog dedicados às aldeias da freguesia:

 

- Sanfins - http://chaves.blogs.sapo.pt/236011.html

- Mosteiro - http://chaves.blogs.sapo.pt/247356.html

- Parada - http://chaves.blogs.sapo.pt/235596.html

- Polide - http://chaves.blogs.sapo.pt/326682.html

- Santa Cruz - http://chaves.blogs.sapo.pt/321093.html

 

 

 

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Fer.Ribeiro

      Relatório só após a conclusão das obras, ainda a d...

    • Fer.Ribeiro

      Pois não sei, mas posso tentar saber.

    • Anónimo

      O post está muito bom. Já agora aproveito para per...

    • TELMO A.R.RODRIGUES

      Cara amigo Luis Sancho o meu é Telmo Afonso R. Rod...

    • Anónimo

      Parabéns pelo seu trabalho, que é de louvar. Sobre...

    FB