Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

14 – Era uma vez um comboio

08.06.16 | Fer.Ribeiro | comentar
 “O Nosso Comboio” Tudo é negro. Os edifícios têm veias escuras que lhe escorrem pelos alçados, as crianças têm rostos enegrecidos. Tudo é negro do fumo das fábricas, do ferro utilizado na cidade, da angústia iminente que a sufoca. O ar é tão denso que mal (...)

12 - Era uma vez um comboio

20.05.16 | Fer.Ribeiro | comentar
 Comboio Primeiro, o sonho, a ousadia, a vontade de unir terras e aproximar pessoas- “Faça-se!”E fez-se!Pás, picaretas, força de braços a rasgarem novos caminhosPontes, túneis, carris, estações e apeadeirosFinalmente, a máquina, carruagens e vagões…Milhares (...)

8 - Chaves, era uma vez um comboio…

29.03.16 | Fer.Ribeiro | comentar
 Texas  o comboio   kimvoio Vi-o a primeira vez  ainda na penumbra dos amanheceres,  a passar no fundo do estradão, a minha mãe de futuro em riste, levava a Zé por volta das sete e tal da manhã  à estação das Pedras, para ir para o colégio de Vila Pouca (...)

5 - Chaves, era uma vez um comboio…

23.02.16 | Fer.Ribeiro | comentar
 Memórias Em boa verdade, apenas no início da década de oitenta, altura em que completei dezoito anos e fui continuar os meus estudos para Coimbra é que, conscientemente, me apercebi da existência de comboios regionais, rápidos, foguete, intercidades, de linha (...)

2 - Chaves, era uma vez um comboio…

12.01.16 | Fer.Ribeiro | comentar
 Depois da apresentação desta crónica na semana passada, é tempo de passarmos aos textos que constam no livro “Memórias de uma Linha – Linha do Corgo – Chaves”, publicado em Agosto de 2014 pela Lumbudus, Associação de Fotografia e Gravura, bem como as (...)

1 - Chaves, era uma vez um comboio…

07.01.16 | Fer.Ribeiro | comentar
 1 - Chaves, era uma vez um comboio… No sangue dos flavienses, para além do rio Tâmega, há outros rios que contribuem para a sua fluidez. Um que corre feito com um tantinho de nevoeiro e outro tanto de água das caldas, outro com um cheirinho do Brunheiro e os aromas (...)

O Velho "texas" visto por Ajhammu0

06.01.09 | fernando ribeiro | comentar
 . Há dias lia no Boletim Municipal que todos os anos, milhares de visitantes passam pelos vários espaços museológicos da cidade e que em 2007, por exemplo, tinham passado pelo Museu de Arqueologia, Arte Sacra e Militar, mais de 40 mil visitantes. Não duvido dos (...)