Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CHAVES

Olhares sobre o "Reino Maravilhoso"

04
Jan20

Tresmundes - Chaves - Portugal

ALDEIAS DE CHAVES (COM VÍDEO)

tresmundes (101)-placa.jpg

 

Hoje retomamos a nossa ronda pelas aldeias da forma que o vínhamos fazendo até que introduzimos aqui os vídeos das aldeias. Retomamos a forma antiga, mas as aldeias que já tiveram o seu post sem vídeo, também o vão ter, mas esse, passará a ser publicado às quartas-feiras.

 

1600-tresmundes (3)

 

Pois nesta ronda, se bem se recordam, a ordem alfabética era que nos vinha ditando qual a aldeia a vir aqui. E assim vai continuar a ser. Tínhamos então ficado em Travancas, pelo que, logo a seguir seria Tresmundes, e cá está ela.

 

1600-tresmundes (2)

 

Tresmundes que muito gostaria de saber qual a origem do seu topónimo. Aparentemente tudo nos leva a crer que seja uma variante de três mundos, não os da aldeia, mas talvez os que desde ela se avistam, dos quais um seria a Galiza, outro o Barroso e o outro, tudo o restante.

 

1600-tresmundes (152)

 

Também, pela localização da aldeia, haveria outra forma de dividir esses três mundos, um o da Terra Fria (Barroso), outro o da Terra Quente e outro o da Galiza. Bem, mas isto sou apenas eu a supor, mas, seja ela qual for, o certo é que haverá uma razão para a aldeia se chamar Tresmundes, que é um topónimo pouco vulgar ou mesmo único, pois não tenho conhecimento de outra localidade com este topónimo.

 

1600-tresmundes (136)

 

Localizada bem no alto da Serra do Brunheiro, mas já na vertente da serra que descai para a Veiga de Chaves, tendo a aldeia de Nantes nas faldas da serra. Tudo leva a crer que eram esses os caminhos que desde Tresmundes se tomavam antigamente para vir à cidade, via a aldeia de Nantes, mas também via as três Ribeiras (de Sampaio, do Pinheiro e das Avelãs, talvez um fosse o trajeto de verão (via Nantes) e de inverno (vias Ribeiras), e digo isto apenas pelas pontes que então haveria para atravessar a Ribeira do Caneiro. Aliás, deduzo isto, porque eu próprio, em criança, testemunhava a passagem das pessoas da serra (São Lourenço, Cela e Tresmundes) à porta de minha casa, quando então vivia na Casa Azul.

 

1600-tresmundes (135)

 

Mas também sei que passavam por Nantes. Aliás havia a rota das tabernas que as pessoas da serra costumavam fazer, porque as antigas tabernas eram também pontos de apoio às pessoas das próprias aldeias onde elas existiam, mas estrategicamente localizadas e pontos de passagem de pessoas de outras aldeias. Em Nantes tenho conhecimento da existência de uma taberna que apenas fechou quando morreu o seu último proprietário, isto já em finais do século passado. Por sua vez. Na rota do caminho da Casa Azul, havia três tabernas, uma na Casa Azul, outra no cruzamento do Sr. da Boa Morte e outra, pouco mais à frente, na bifurcação da estrada para a Quinta da Condeixa e para o Prado. Repare-se que todas estas tabernas ficavam nas ruas principais e em cruzamentos/bifurcações de caminhos e estradas.

 

1600-tresmundes (122)

 

E eram sim ponto de apoio às populações, pois além de terem os produtos de primeira necessidade à venda, não só para o lar como também para a agricultura, em geral serviam de comer e de beber, para além de darem algum descanso e abrigo aos caminhantes, nas torreiras do sol ou nas intempéries, nevadas, frio intensos, etc. Recorde-se que em geral eram também postos público de correios e telefones, locais de encontro e negócios, para além de terem sido também as primeiras casas das aldeias a terem televisão, que também se tornava pública nos festivais da canção, jogos de futebol, etc.

 

1600-tresmundes (46)

 

Mas regressemos a Tresmundes, aldeia por onde vou passando com alguma frequência graças ao estradão que liga esta aldeia a Carvela, ou seja, ao planalto da Serra do Brunheiro, estradão que em alguns afazeres dá para poupar uns bons quilómetros de estrada, pena o seu piso nem sempre estar em boas condições para nele se poder transitar com alguma comodidade e segurança, principalmente em tempo de chuva, já nem falo em neve…

 

1600-tresmundes (9)-VIDEO

 

E claro que nesta ronda pelas aldeias, a meio, introduzimos o vídeo com todas as imagens que já passaram aqui pelo blog, as de hoje, 9 novas imagens, mas também as de alguns posts anteriores. Talvez nem todas, pois nestes 15 anos de existência do blog, além de lhe perdermos a conta, tivemos alguns acidentes com o arquivo das fotos e também, às vezes, falta de referências ou tags para as encontrar. Tudo isto pode fazer com que algumas dessas fotografias não estejam no vídeo, mas fica o possível:

 

 

 

Para partilhar ou ver diretamente no YouTube, siga este link:

 

https://youtu.be/qkppMIeMis0

 

Para terminar, fica também o link para alguns posts que ao longo destes 15 anos a aldeia de Tresmundes teve neste blog:

 

https://chaves.blogs.sapo.pt/186059.html

https://chaves.blogs.sapo.pt/354674.html

 https://chaves.blogs.sapo.pt/um-passeio-pelo-sol-e-pelas-serras-e-1303272

https://chaves.blogs.sapo.pt/meia-duzia-de-olhares-sobre-a-nevoa-do-1472093

https://chaves.blogs.sapo.pt/368728.html

2 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

320-meokanal 895607.jpg

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

 

 

1600-18 anos

Links

As minhas páginas e blogs

  •  
  • FOTOGRAFIA

  •  
  • Flavienses Ilustres

  •  
  • Animação Sociocultural

  •  
  • Cidade de Chaves

  •  
  • De interesse

  •  
  • GALEGOS

  •  
  • Imprensa

  •  
  • Aldeias de Barroso

  •  
  • Páginas e Blogs

    A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    X

    Z

    capa-livro-p-blog blog-logo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Pois

    • Duarte

      Está para os linguistas e sábios explicarem como F...

    • julio cesar

      Fernando muito boa tarde você mora em chaves então...

    • julio cesar

      julioilha13@gmail.com Manoel muito bom dia !Qual o...

    • Fer.Ribeiro

      Um bom ano também para si e mais uma vez obrigado ...

    FB