Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CHAVES

Olhares sobre a cidade de Chaves

Um pormenor e um apontamento

22.02.18 | Fer.Ribeiro

1600-(40234)

 

Um pormenor 

 

O pormenor é um pormenor simples de luz e sombras a mostrar-nos a arte da natureza, mas até poderia servir de pretexto para conclusões mais complexas e entrarmos na discussão das regras das projeções e sombras da geometria descritiva, ou ainda mais complexo e caímos nas curvas da espiral que deleitou matemáticos ao ponto de a quererem gravada no seu túmulo (Jacob Bernoulli), ou ainda fazermos o lamento de como ignoramos a arte dos mestres da cantaria… mas hoje não queremos ir por aí. Fica o pormenor, apreciem-no como quiserem, se quiserem, mas o nosso apontamento de hoje é outro.

 

Um apontamento

 

Pois o nosso apontamento vai para o Herman JC e para o “pergaminho dobrado em dois”, respetivamente autor e título de uma nova crónica que inaugura hoje aqui no blog e que passará por cá de 15 em 15 dias, às quintas-feiras. Sangue novo de gente nova, de um não flaviense que promete falar do amor que sente por esta cidade de Chaves, e do amor que esta cidade lhe deu, desta cidade que confessa ver com os olhos da alma.

 

Já a seguir – “pergaminho dobrado em dois” de Herman JC.